MEI: 4 dicas para ser um microempreendedor de sucesso


Foto: Unsplash

O número de microempreendedores individuais (MEIs) cresce mês após mês no Brasil. Somente entre janeiro e junho deste ano, 902 mil pessoas se formalizaram, segundo a Serasa.

Para se ter uma ideia, atualmente, de cada 10 empresas abertas no país, 8 são constituídas por microempreendedores individuais.

Esta modalidade de negócio tem algumas grandes vantagens: a carga tributária é bastante baixa, por exemplo. Além disso, é possível competir em licitações do governo em pé de igualdade com negócios maiores.

MEIs que tiverem algum problema de saúde têm direito a auxílio-doença do INSS após um ano de contribuição. Também é pode receber aposentadoria, emitir nota fiscal e ter acesso a empréstimos a juros menores, entre outras vantagens Pensando em ajudar quem é ou deseja se tornar um MEI, a consultora do Sebrae-SP, Mariane Primazelli, compartilha 4 dicas para quem deseja fazer sucesso empreendendo. Clique aqui para ver o vídeo.

1. Buscar as orientações junto à Prefeitura: quem pretende se formalizar precisa buscar as orientações junto à Prefeitura da sua cidade, para saber a lei de zoneamento e se o local está autorizado a ter uma atividade empresarial.

2. Planejamento é sempre o ponto mais importante do negócio: tenha em mente que o seu negócio precisa de um planejamento. Ele nada mais é do que identificar em que área você vai atuar, qual que é o seu tipo de negócio, onde você deve abrir esse negócio. É muito comum, o MEI utilizar o próprio espaço que possui em casa, mas vale a pena avaliar se esse é o melhor local.

3. Separe as finanças pessoais das finanças da empresa: isso deve estar muito claro e muito bem separado! É importante que o MEI estabeleça um salário para ele (compatível com o seu negócio), para que ele possa pagar as despesas pessoais e possa deixar os rendimentos do negócio para reinvestir.

4. Atente-se aos pequenos gastos: um dos principais erros que o microempreendedor comete, além de não separar as despesas, é na hora da formação do preço, não considerar os pequenos custos, como por exemplo: energia, gás, e até os itens que custam centavos.

Por: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Links: https://revistapegn.globo.com/MEI/noticia/2018/09/mei-4-dicas-para-ser-um-microempreendedor-de-sucesso.html

https://revistapegn.globo.com/MEI/noticia/2017/11/10-videos-com-dicas-valiosas-para-meis.html


Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram

© 2021 T&M Consulting.